Em tom de ironia, o senador e ex-jogador de futebol Romário (PSB-RJ) usou as redes sociais para negar nesta quarta-feira, 29, que tenha uma conta na Suíça com valor equivalente a R$ 7,5 milhões.

Reportagem da revista “Veja” desta semana informa a existência da conta, que não teria sido declarada à Receita Federal no Brasil. De Genebra, Romário escreveu: “Chateado. Acabei de descobrir aqui em Genebra, na Suíça, que não sou dono dos R$ 7,5 milhões”. O ex-craque publicou uma foto sua em uma ponte de Genebra.

O senador provocou: “Agora, aqueles que devem podem começar a contar as moedinhas, porque a conta vai chegar de todas as formas”. No fim de semana, Romário anunciou a intenção de processar a revista e disse que não sabia se tinha uma conta na Suíça: “Obviamente, fiquei muito feliz com a notícia, assim que possível, irei ao banco para confirmar a posse dessa conta, resgatar o dinheiro e notificar a Receita Federal. Espero que seja verdade, como trabalhei em muitos clubes fora do Brasil, é possível que tenha sobrado algum rendimento que chegou a essa quantia. Estou me sentindo um ganhador da Mega Sena, só que do meu próprio honesto e suado dinheiro”.

Na publicação desta quarta-feira, Romário afirmou ainda: “Eu não finjo ser decente, não faço de conta ser sério e pareço ser correto. Eu sou!!!”