O juiz da 175.ª Zona Eleitoral, Fernando Ferreira de Moraes, determinou ontem a retirada e regularização do material de campanha para a eleição majoritária da Coligação Tá na hora Curitiba. De acordo com a decisão liminar, o material usado em bandeiras e carros não menciona expressamente a coligação do candidato Angelo Vanhoni (PT), que concorre à Prefeitura de Curitiba.

Em relação a outdoors, a coligação é acusada de utilizar espaços sorteados para vereadores para veicular propaganda do candidato a prefeito; veicular propaganda em locais que não haviam sido sorteados pela Justiça Eleitoral, e usar propaganda em desproporção de 1/3 reservada ao detentor do direito do uso do ponto.

No caso de bandeiras e carros, a coligação recebeu um prazo de 24 horas para se adequar à legislação eleitoral, e no dos outdoor, 48 horas. Aqui também há previsão de multas que variam de 5 mil a 15 mil Ufirs, chegando a um valor máximo de R$ 15.960,50. A assessoria da coligação Tá Na Hora Curitiba informou que o departamento jurídico da campanha vai recorrer e que as correções já estão sendo providenciadas.