O governador Geraldo Alckmin (PSDB) visitou o Vale do Paraíba nesta terça-feira de carnaval e anunciou investimentos na área de transportes e turismo.

Logo pela manhã o governador esteve na Estância Climática de Cunha, 230 km da capital, onde autorizou a licitação para obras na SP-171, trecho de Guaratinguetá-Cunha, com a aplicação de R$ 41 milhões nas obras de recuperação da rodovia. A vicinal Cunha-Campos Novos também terá recuperação de 29 quilômetros e deverá ficar pronta no ano que vem.

Ainda em Cunha, R$ 1,7 milhão será o investimento do Estado para fomentar o turismo, por meio de recursos do Departamento de Apoio ao Desenvolvimento das Estâncias (Dade).

No início da tarde, o governador, acompanhado de sua esposa Lu Alckmin e sua neta Isabela, visitou São Luiz do Paraitinga, cidade castigada pelas chuvas em 2010 e que ainda precisa de recursos para reerguer antigos casarões públicos e privados.

Uma lateral da Praça da Matriz, no Centro Histórico, continua totalmente em ruínas e coberta por tapumes. Para o trabalho de reconstrução desses e de outros casarões, o governador autorizou um financiamento.

O que for prédio público será restaurado pela prefeitura e o Estado fará a transferência da verba, já o que for privado será financiado. “Quem tem renda familiar até 10 salários poderá pedir o financiamento do Estado; acima disso, nós vamos buscar uma outra solução com os proprietários, que não são muitos”, afirmou.

A cidade também receberá o investimento de R$ 1,7 milhão, do Dade, para aplicação no desenvolvimento do potencial turístico.

Para evitar novas tragédias – na última semana o rio subiu 3 metros e diversas famílias da margem precisaram abandonar suas casas -, o Rio Paraitinga terá 30 pontos de monitoramento. O sistema deverá ser entregue em quatro meses. A medida evitará que as águas das chuvas em Cunha cheguem de surpresa a São Luiz do Paraitinga.

Depois do compromisso formal, Alckmin fez uma visita às ruínas da Igreja Matriz de São Luiz de Tolosa. A reconstrução da igreja vai custar aproximadamente R$ 12 milhões e o projeto está sob a responsabilidade da Mitra Diocesana de Taubaté.

CARNAVAL

No percurso até o Mercado Municipal, o governador testou sua popularidade. Caminhou entre foliões, tirou fotos e cumprimentou um grupo animado que batucava e gritava seu nome.

Depois de um ano sem a folia, São Luiz do Paraitinga recebeu 80 mil visitantes nos quatro dias de festa. Segundo o diretor de turismo, Eduardo de Oliveira Coelho, o público deverá movimentar entre R$ 10 milhões e R$ 20 milhões.

Diferente de outros anos, o carnaval desta vez foi realizado numa área fora do Centro Histórico para evitar maiores danos ao patrimônio e foi intitulado como “Carnaval da Reconstrução”. O carnaval de 2010 foi suspenso por conta da limpeza da cidade.

Na visita oficial, o governador anunciou o apoio do Estado para a 4ª edição do Festival da Canção. “São Luiz do Paraitinga é a cidade da música”, declarou Alckmin vestido com uma camiseta da folia.

08/03/2011 17:29 – NG/PO/VISITA/ALCKMIN

Alckmin anuncia investimentos para reconstrução de Paraitinga

Por Gerson Monteiro, especial para a AE

São Paulo, 08 (AE) – O governador Geraldo Alckmin (PSDB) visitou o Vale do Paraíba nesta terça-feira de carnaval e anunciou investimentos na área de transportes e turismo.

Logo pela manhã o governador esteve na Estância Climática de Cunha, 230 km da capital, onde autorizou a licitação para obras na SP-171, trecho de Guaratinguetá-Cunha, com a aplicação de R$ 41 milhões nas obras de recuperação da rodovia. A vicinal Cunha-Campos Novos também terá recuperação de 29 quilômetros e deverá ficar pronta no ano que vem.

Ainda em Cunha, R$ 1,7 milhão será o investimento do Estado para fomentar o turismo, por meio de recursos do Departamento de Apoio ao Desenvolvimento das Estâncias (Dade).

No início da tarde, o governador, acompanhado de sua esposa Lu Alckmin e sua neta Isabela, visitou São Luiz do Paraitinga, cidade castigada pelas chuvas em 2010 e que ainda precisa de recursos para reerguer antigos casarões públicos e privados.

Uma lateral da Praça da Matriz, no Centro Histórico, continua totalmente em ruínas e coberta por tapumes. Para o trabalho de reconstrução desses e de outros casarões, o governador autorizou um financiamento. O que for prédio público será restaurado pela prefeitura e o Estado fará a transferência da verba, já o que for privado será financiado. “Quem tem renda familiar até 10 salários poderá pedir o financiamento do Estado; acima disso, nós vamos buscar uma outra solução com os proprietários, que não são muitos”, afirmou.

A cidade também receberá o investimento de R$ 1,7 milhão, do Dade, para aplicação no desenvolvimento do potencial turístico.

Para evitar novas tragédias – na última semana o rio subiu 3 metros e diversas famílias da margem precisaram abandonar suas casas -, o Rio Paraitinga terá 30 pontos de monitoramento. O sistema deverá ser entregue em quatro meses. A medida evitará que as águas das chuvas em Cunha cheguem de surpresa a São Luiz do Paraitinga.

Depois do compromisso formal, Alckmin fez uma visita às ruínas da Igreja Matriz de São Luiz de Tolosa. A reconstrução da igreja vai custar aproximadamente R$ 12 milhões e o projeto está sob a responsabilidade da Mitra Diocesana de Taubaté.

CARNAVAL – No percurso até o Mercado Municipal, o governador testou sua popularidade. Caminhou entre foliões, tirou fotos e cumprimentou um grupo animado que batucava e gritava seu nome.

Depois de um ano sem a folia, São Luiz do Paraitinga recebeu 80 mil visitantes nos quatro dias de festa. Segundo o diretor de turismo, Eduardo de Oliveira Coelho, o público deverá movimentar entre R$ 10 milhões e R$ 20 milhões.

Diferente de outros anos, o carnaval desta vez foi realizado numa área fora do Centro Histórico para evitar maiores danos ao patrimônio e foi intitulado como “Carnaval da Reconstrução”. O carnaval de 2010 foi suspenso por conta da limpeza da cidade.

Na visita oficial, o governador anunciou o apoio do Estado para a 4ª edição do Festival da Canção. “São Luiz do Paraitinga é a cidade da música”, declarou Alckmin vestido com uma camiseta da folia.