A Companhia de Polícia de Choque da Polícia Militar realizou na madrugada desta sexta-feira (31) uma operação policial no pátio da Ceasa, em Curitiba. A ação foi motivada pelas constantes denúncias de que estaria ocorrendo tráfico de drogas no local, o que foi confirmado durante a operação. Dois homens foram presos, sendo um deles com drogas e outro por porte ilegal de arma, já que escondia dentro do carro um revólver calibre 38. Cinco usuários de droga foram detidos.

A operação teve início às três horas e se estendeu até o início da manhã de sexta-feira. Participaram policiais militares da Rone (Rondas Ostensivas de Natureza Especial), do Canil Central e do COE (Comandos e Operações Especiais) da Companhia de Choque, além de policiais femininas do Comando do Policiamento da Capital. Cães farejadores de drogas auxiliaram no trabalho da PM para localização do entorpecente e revista dos veículos que estavam no pátio e que entraram enquanto a operação se desenrolava.

De acordo com o comandante da Companhia de Choque, major Milton Isack Fadel Junior, além dos encaminhamentos que foram feitos pelas ilicitudes encontradas, há que se destacar o aspecto preventivo da operação. ?Os trabalhadores que ali estavam chegaram a pedir que voltássemos mais vezes?, comentou. O major disse também que ações como esta estão sendo desenvolvidas tanto em Curitiba como na região metropolitana, buscando atingir alvos distintos conforme as denúncias recebidas pela Polícia Militar.

Resultados

Além dos cinco encaminhamentos dos usuários de drogas, os policiais detiveram o carregador Gilberto Alves, de 34 anos, que carregava no bolso 24 pedras de crack, juntamente com um pacote contendo certa quantidade de maconha. A outra prisão em flagrante foi do motorista Wilson Luiz Braga, de 33 anos, que guardava no carro um revólver calibre 38 sem registro. O motorista também não tinha documentação de autorização para portar arma.