Brasília – A Polícia Federal já prendeu 18 pessoas, entre empresários, advogados e auditores da Receita Federal, suspeitos de participar do maior esquema de fraudes descoberto sobre importações e sonegação de impostos no país.

No Rio de Janeiro, 163 policiais federais e 50 auditores da Receita Federal ainda executam mandados de busca e apreensão em escritórios no centro da cidade e em empresas da Baixada Fluminense.

Os presos e os vários carros de luxo, computadores e documentos apreendidos estão na superintendência da Polícia Federal. Os presos devem começar a prestar depoimento ainda hoje.

De acordo com a assessoria da PF no Rio, na capital as apreensões e prisões foram feitas nos bairros da Barra da Tijuca, Jacarepaguá, Recreio dos Bandeirantes e Vargem Pequena. Outras equipes estão em Niterói, Saquarema e Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.