enkontra.com
Fechar busca

Paraná

Caçadores de Notícias

Reservatório do Carvalho é um local exuberante

Local distribuiu água para toda a capital paranaense até a década de 40

  • Por Eduardo Santana

Localizado aos pés da Serra do Mar, o Reservatório do Carvalho é um daqueles pontos turísticos que apresentam paisagens exuberantes e enorme contexto histórico. Construído no início do século passado e inaugurado no ano de 1908, o local foi a primeira estrutura de captação de água que abasteceu Curitiba. Situado no cerne do Parque Estadual Pico do Marumbi, foi responsável por distribuir água para toda a capital paranaense até a década de 40.

Toda a água do reservatório era captada através de 17 nascentes localizadas na serra, que foram canalizadas para despejarem todo o volume dentro do tanque da estrutura. Para chegar até o Alto do São Francisco, no centro histórico de Curitiba, a água percorria cerca de 40 quilômetros de tubulações. Como não havia bombas, o transporte era feito só através da gravidade.

“Eu conheço apenas sete dessas fontes, mas o número total chega a 17. Em todas elas foram construídos pequenos tanques, onde a água era estancada para entrar direto na tubulação. Dali ia até o São Francisco, onde os empregados das famílias buscavam a água para abastecer as casas”, afirma Jeferson Favoreto Klass, funcionário da Secretaria de Turismo de Piraquara e responsável pela administração do reservatório.

Após sofrer por anos com a depredação, a área do reservatório hoje é fechada e administrada pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP), Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) e Prefeitura de Piraquara. “Vários itens foram roubados, como uma carranca de uma fonte e várias peças antigas dos equipamentos da Sanepar. A estátua do Santuário de São Francisco também foi roubada várias vezes”, lamenta Jeferson.

O santuário é um dos pontos altos da visitação ao reservatório. Além da estátua em homenagem ao santo católico, é ali, segundo o guia, que fica a principal nascente do Rio Iguaçu. “Não tenho dúvidas que aqui começa a nascer o principal rio do Estado do Paraná. É muito bom pensar que a água que nasce aqui desemboca lá nas Cataratas do Iguaçu”, diz, orgulhoso, o administrador do local.

Várias opções de trilhas

Toda a área do reservatório ainda conta com as trilhas do Salto (percurso de 1 km), da Estrada do Carvalho (2,5 km) e da Chaminé (1,5 km). Todas elas com pelo menos uma hora de duração (ida e volta). “Ainda temos a trilha que vai ao Morro do Canal e outra chega à Estação Véu de Noiva, da ferrovia Curitiba-Paranaguá. E nelas todas ainda têm pequenas cavernas e acessos a cachoeiras”, revela o guia.

Visitas ao Reservatório do Carvalho só podem ser feitas nas datas estipuladas pela administração do local (confira o calendário no blog www.cacadoresdenoticias.com.br), mas é possível agendar visitas para grupos. A entrada é franca. “Muitas turmas de estudantes vêm visitar o local, além de turistas que ligam aqui e marcam horário. Isso é muito bom, pois todos, principalmente a molecada, conhecem um lugar bonito, rico em história e ainda aprendem a preservar o que de fato precisa ser preservado”, conclui Jeferson.

Marco André Lima
Reservatório do Carvalho, inaugurado em 1908, hoje é ponto turístico.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas