enkontra.com
Fechar busca

Paraná

Retrospectiva 2013

Relembre as notícias que marcaram o mês de setembro

Morte de policial civil e incêndio que parou bairro de Curitiba foram destaque

  • Por Jonatan Silva

Uma família ficou refém de bandidos por cerca de cinco horas, no Capão Raso. Tudo começou na tarde de um sábado, quando os marginais invadiram uma loja para fugir de policiais militares, que os perseguiam por conta de outros roubos na região.

Um dos bandidos tentou fugir do local e acabou sendo baleado e morto pelos policiais. Os outros dois comparsas permaneceram no local, até que por volta das 21h eles se renderam.

Desocupados

Cansados de ver usuários de drogas, mendigos e desocupados tomando conta de um dos cartões-postais de Curitiba, a Praça 19 de Dezembro, conhecida como Praça do Homem Nu, comerciantes da região relataram ao Paraná Online o drama que tem sido conviver com esse tipo de situação.

“Com a minha loja, até agora nada aconteceu. Mas o problema não é aqui, dentro do estabelecimento, mas fora. Alguns colaboradores dizem que sempre passam pela praça com medo, seja pela manhã ou pela tarde. Uma das minhas funcionárias já teve a bolsa levada”, relata o empresário, que preferiu não revelar sua identidade.

Boi na linha

Vários produtos anunciados em um site de compras eram frutos de roubo a residências em Curitiba. O esquema foi descoberto e desmantelado pela polícia, em setembro. Os ladrões monitoravam as casas e agiam quando percebiam que os donos ficavam fora o dia todo.

A polícia percebeu que havia uma quadrilha arrombando as casas quando o número de boletins de ocorrência relatando os mesmos detalhes começou a aumentar. Allan Fernandes Nardis, 21 anos, foi preso acusado de comandar o bando.

Na mesma moeda

Um adolescente de 16 anos foi sequestrado pelos donos da casa que ele havia assaltado, em Santa Felicidade, em Curitiba. Eles teriam usado esse método para recuperar os bens roubados pelo marginal. Poucos dias depois, o rapaz seria encontrado morto.

Felipe Rosa
Trabalhadores que usam a via todos os dias se queixam do tráfego lento e demorado. Situação piora com instalação de semáforo.

Inferno na pista

A Linha Verde foi concebida para ser uma forma de desafogar o trânsito da capital, no entanto, os motoristas que a escolhem como caminho têm passado por maus bocados. Cada vez mais congestionada, a via tem sido alvo de reclamações de motoristas e passageiros de ônibus.

“Tenho que acordar bem cedo para chegar na hora”, contou ao Paraná Online a auxiliar de limpeza Adriana Maria de Lima perde todos os dias cerca de duas horas na via.

Santa criatividade

Uma dupla de receptadores foi presa com o fruto do roubo. O caso é que Michel Pereira Evangelista, 31 anos, e Vanderlei de Souza Faria, 32 anos, esconderam a moto de uma forma um tanto inusitada.

Uma diligência da polícia realizava operações no Centro, quando percebeu a atitude suspeita dos dois, que empurravam um carrinho de catador de papelão. Quando revistaram o “veículo” encontraram uma motocicleta entre os recicláveis. A moto havia sido furtada dias antes, na Rua XV de Novembro.

Os Pássaros

O vereador Zé Maria (PPS) propôs um projeto para controlar a disseminação de pombos em Curitiba. O parlamentar explica que as aves seriam capturadas e colocadas numa espécie de container e levadas para espaço adequado. Lá seriam alimentadas de forma saudável, desverminadas, esterilizadas e depois devolvidas ao meio ambiente. O vereador sugere parcerias com empresas que poderiam usar os containeres para publicidade.

Aliocha Maurício
Veja na galeria de fotos detalhes do crime que chocou a Polícia Civil.

Comoção da polícia

Marcos Gogola, superintendente da Delegacia de Campo Largo, foi assassinado a tiros no começo de setembro quando levava um preso para o dentista, no centro da cidade. O agente de cadeia pública Marcus Vieira Nyhus, o “Chiquito”, também foi baleado na ocasião.

Dionatan Mendes de Quadros, 23 anos, preso por roubo desde 03 de junho, também foi atingido pelos tiros e acabou perdendo um dos braços.

Casa nova

Setembro também foi um mês de mudanças. As redações da Tribuna e do Paraná Online deixaram a mítica sede do Vista Alegre, onde ficaramu por quase 40 anos, para se instalar no Centro.

“O significado desta mudança não é apenas o fato de estar indo para uma nova redação, mas que estamos indo para um espaço mais adequado às necessidades atuais e para um ambiente que vai proporcionar muito mais sinergia com as outras áreas do grupo”, disse Rafael Tavares, diretor de Redação.

Assalto de judas

Dois pastores baleados, dois assaltantes presos e um foragido foi o resultado do assalto malsucedido à igreja evangélica Visão Missionária, na Rua Anne Frank, Carmo. Um ex-pastor pode ser o mentor do crime. Os pastores e outros líderes da igreja estavam reunidos na tesouraria, segundo testemunhas, para fazer os pagamentos do mês, quando foram surpreendidos por três homens armados.

Cegonha

Três homens foram presos e um menor apreendido por participarem de uma quadrilha que levava carros roubados ou furtados em caminhões-cegonha de Curitiba para Foz do Iguaçu, fronteira com o Paraguai.

Eles foram presos em flagrante numa empresa de transporte de veículos que funciona na Rua Albertino Gonçalves Cordeiro, na Cidade Industrial de Curitiba (CIC). Dois carros roubados foram recuperados.

Manual de sobrevivência

A Polícia Militar formulou um manual exclusivamente para as mulheres. A ideia é inibir os crimes cometidos contra elas.

O informativo, de 40 páginas, dividido em 12 capítulos, apresenta, de maneira objetiva e ilustrada, como se prevenir de ações de delinquentes e maneiras de agir quando o crime já se configurou, entre outros assuntos.

“Uma segurança efetiva não depende apenas das ações policiais, mas da união e participação de toda a sociedade”, diz o texto de abertura da cartilha.

Arquivo
Comprar imóvel na planta muitas vezes só causa dor de cabeça.

O Pesadelo da casa própria

Com o mercado da construção civil em alta, o que era para sanar o problema da casa própria se transformou em um verdadeiro pesadelo. O Paraná Online fez uma radiografia da situação na Grande Curitiba e constatou que as construtoras têm agido com descaso em relação aos clientes.

De janeiro a agosto de 2013, o Procon-PR recebeu mais de 270 reclamações contra construtoras e incorporadoras, sendo que destas, 50 geraram processos administrativos. A repercussão foi tamanha que muitos compradores foram às ruas protestar.

Impasse maldito

Os moradores da Vila Costeira, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, passam por um impasse desde 2011. Eles sabem que terão de deixar as suas casas, mas não fazem ideia de quando isso irá realmente acontecer. O que os impede de permanecer em suas residências é a construção da terceira pista do Aeroporto Afonso Pena.

Muitos moradores reclamam que, além de não saber quando sair, também receberão pelas casas muito menos do que elas realmente valem.

Fumaça e caos

Um incêndio em um depósito da Electrolux, em setembro, no Tatuquara, além de destruir todo barracão, fez com que os moradores do entorno tivessem de deixar suas casas por conta da fumaça tóxica. Várias creches, escolas e postos de saúde da redondeza ficaram sem funcionar também causa da contaminação.

No momento em que o acidente começou, cerca de 80 funcionários da empresa trabalhavam no local, mas, por sorte, ninguém se feriu.

O inferno são os outros

A crise pela qual passou o Coritiba após os jubilosos momentos de alegria foi o estompim para que Vilson Ribeiro de Andrade, presidente do Coxa, soltasse uma pérola – que acabou por se transformar em uma grande polêmica.

Para ele, o principal culpado dos maus momentos do Alviverde não é ninguém menos que o seu rival: o Atlético.

‘Nós temos que ser realistas. O Coritiba teve um começo muito bom, com 10 partidas invictas, e depois teve uma queda. Nas últimas rodadas tivemos algumas partidas ruins, contra Botafogo e principalmente Atlético-MG, onde o time não se encontrou. Fora isso, acho que o Coritiba vem fazendo uma campanha até muito boa. O problema é que na tabela nós estamos em oitavo e o Atlético em quarto. Esse é o grande problema hoje, não tenho dúvida nenhuma disso. Se fosse o contrário, todos estariam sorrindo com a oitava colocação. O problema é que o vizinho sempre incomoda. Temos um time para estar, a nível de competição, entre os oito melhores. Essa é nossa visão’, declarou, em entrevista à rádio Transamérica.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas