enkontra.com
Fechar busca

Paraná

Gripe suína

Projeto quer proibir uso de jaleco fora de hospital

Proposta do deputado Ney Leprevost pretende evitar contamimações

  • Por Newton Almeida, Smcs

Projeto de lei protocolado na última terça-feira pelo deputado estadual Ney Leprevost quer restringir o uso de jalecos e aventais às dependências dos estabelecimentos de saúde no Estado.

O objetivo, segundo o deputado, é evitar que o uso indevido do jaleco crie situações de risco de contaminação em bares, lanchonetes e restaurantes. Para quem não respeitar a determinação, o projeto de Leprevost prevê multa de 100 Ufirs – o equivalente a R$ 193,72.

Segundo Leprevost, que é presidente da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa do Paraná, a elaboração do projeto foi motivada por uma série de denúncias que chegaram ao gabinete do parlamentar.

“Recebemos vários telefonemas e e-mails relatando que médicos, enfermeiros e outros profissionais de saúde estariam saindo dos hospitais e indo almoçar sem tirar o guarda-pó branco”, afirma o deputado.

Leprevost entende que, com o uso inadequado de materiais de proteção, como o jaleco, há o risco de contaminação por vírus e bactérias nocivas à saúde humana. De acordo com o parlamentar, os profissionais de saúde podem acabar levando vírus dos hospitais para os restaurantes e dos restaurantes para hospitais.

“Fazer com que o uso do jaleco fique restrito ao ambiente de trabalho é uma orientação da Organização Mundial da Saúde (OMS). Nossa intenção é que essa orientação seja cumprida no Paraná”, afirma.

De acordo com a proposta, a fiscalização do uso dos guarda-pós ficaria a cargo dos departamentos de vigilância sanitária. Para o presidente da Sociedade Paranaense de Infectologia, Alceu Fontana Pacheco Júnior, que também é corregedor do Conselho Regional de Medicina (CRM), o maior problema não seria a contaminação de agentes patológicos dos restaurantes para os hospitais e, sim, o inverso.

“As possibilidades de o profissional da saúde carregar germes da comunidade para dentro do hospital é muito pequena. As bactérias mais perigosas já estão dentro dos hospitais”, diz.

Já o neurocirurgião do Hospital de Clínicas Guerino Salmazo Neto acredita que não há motivo para preocupações quanto ao uso do jaleco. “É preciso ter embasamento técnico para afirmar que pode haver uma epidemia por conta do jaleco”, afirma. Segundo ele, a proposta de Leprevost, mesmo que seja efetivada, não deve mudar o comportamento dos profissionais da área de saúde.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

6 Comentários em "Projeto quer proibir uso de jaleco fora de hospital"


Freguês tem sempre a razão! SAV34
Freguês tem sempre a razão! SAV34
9 anos 10 meses atrás

Muito bom, afinal não é pra proteger vc e sua roupa!

Aurea MB
Aurea MB
9 anos 10 meses atrás

Se existe ou existirá tal lei como dizem, o desafio é fazer cumprir! Todos os dias andam nas ruas profissionais e estagiários com jalecos vestidos e em situação ainda pior; carregando-o arrastando em bolsas e bancos de veiculos e outros obstaculos.

Rubro Negro Curitiba
Rubro Negro Curitiba
9 anos 10 meses atrás

Bem criada, a Lei, serve para reforçar a Lei Federal, que não é cumprida por enfermeiros e médicos. Com saúde humana não se brinca.

Gabi Andrade
Gabi Andrade
9 anos 10 meses atrás

E como vejo gente por aí de jaleco, até em ónibus…um absurdo mesmo.

Tayrone Junior
Tayrone Junior
9 anos 10 meses atrás

Incrível não agora querem criar uma lei ou projeto para isto… É ignorância, falta de informação ou descaso mesmo? Já existe uma lei trabalhista federal proibindo isto confiram Norma Regulamentadora – NR 32, item 32.2.4.6.2.

wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas