Um dia após o Paraná confirmar o recorde de 78 novas mortes por covid-19 e atingir o total de 2.106 vítimas fatais da doença, o secretário estadual de saúde, Beto Preto, afirmou nesta quarta-feira (5), em entrevista ao telejornal Meio-Dia Paraná, da RPC, que apesar da aparente estabilidade, os registros diários de casos confirmados e óbitos provocados pelo novo coronavírus, ainda são motivo de preocupação para as autoridades de saúde do estado.

VIU ESSA? Na volta às ruas, Oil Man diz que previu pandemia, mas acalma fãs: “Vai passar!”

“Não há nenhuma zona de conforto. Números não estão baixando ainda e continuamos trabalhando com certo equilíbrio, e uma média móvel que segura o número de casos, mas longe de onde gostaríamos. O número de óbitos de ontem é muito significativo”, afirmou Preto.

Para dimensionar o tamanho da tragédia provocada pela pandemia no Paraná, o secretário fez uma comparação. “Para se ter uma ideia, ontem, na explosão em Beirute, por exemplo, foi inicialmente 78 o número de mortes. Tivemos esse mesmo número de paranaenses que perderam a vida por covid-19 em apenas um dia”, disse.

Dia dos Pais em tempos de pandemia

Ainda em tom de preocupação, Beto Preto falou sobre o Dia dos Pais, que será comemorado no próximo domingo (8). Segundo ele, sem a manutenção dos cuidados de prevenção ao coronavírus e de distanciamento social, a data pode trazer riscos à população, especialmente aos mais idosos.

LEIA MAIS – Além de Fabiane Rosa, Curitiba tem mais vereadores suspeitos de ‘rachadinha’. Veja quem são!

“Temos pedidos inúmeras vezes para que as pessoas não viagem nesta data. Teremos um grande movimento também no comércio e se esse movimento existir, que todos tomem o máximo de cuidado possível, com distanciamento dentro das lojas e do comércio. Reunião no final de semana pode ser um fator determinante, para espalhar ainda mais o vírus, pois estamos em transmissão comunitária, mas ainda temos poupado muitas vidas de pessoas com mais de 60 anos”, ressaltou.

Volta às aulas

Outro assunto que tem gerado polêmica e apreensão entre muitos pais é a discussão sobre a data e as medidas para o retorno das aulas presenciais nas escolas do Paraná. Na última quinta-feira (30), um protocolo de retorno às aulas foi apresentado pela Secretaria Estadual da Educação. Duranta a entrevista à RPC, Beto Preto, também afirmou ainda não há uma data definida e que a segurança das crianças, professores e funcionários das escolas é uma prioridade.

LEIA AINDA – Vereadora propõe merenda vegetariana e vegana para escolas municipais de Curitiba

“(Temos uma) comissão para discutir o assunto e está sendo discutida uma metodologia de retorno às aulas. Porém, ainda não é possível (determinar) uma data, principalmente pelos números. Temos a responsabilidade de não expor crianças e servidores ao vírus, por meio de uma situação que não seja necessária. Temos muito respeito por todos, mas existe um entendimento no ponto de vista epidemiológico nessa questão”, finalizou o secretário.