Tramita na Câmara Municipal de Curitiba um projeto de lei que pretende implantar um programa de merenda vegetariana e vegana na rede municipal de ensino. A proposta, de autoria da vereadora Maria Letícia (PV), quer oferecer para as crianças de famílias vegetarianas e veganas a possibilidade de escolha pela merenda sem proteína animal.

LEIA TAMBÉMPara prefeitos, ainda não é hora de voltar aulas presenciais nas escolas municipais no PR

Segundo a proposta, o objetivo é fornecer a alimentação com maior variedade de vegetais e também promover a conscientização sobre alimentação saudável. Serão realizados palestras, eventos e seminários nas atividades pedagógicas, para promover informações sobre alimentação, saúde e sustentabilidade. O projeto ainda segue em análise pelas comissões da câmara, para depois ser analisado pelos vereadores.

Merenda vegetariana vai contar com alimentos de produtores de agricultura familiar. Foto: Everson Bressan/SMCS

No texto do projeto, a vereadora ressalta que os cardápios das merendas serão elaborados por uma nutricionista responsável, com utilização de alimentos básicos. As merendas vegetarianas e veganas também deverão respeitar os hábitos alimentares, a cultura e a tradição alimentar das famílias.

A vereadora acredita que o veganismo e o vegetarianismo estão além da convicção pessoal de cada um. O estilo de alimentação influencia no maior consumo de verduras e legumes, colaborando para uma alimentação saudável. “Não compactua com a produção extensiva de carne, que causa muito sofrimento animal e um grande impacto ambiental”, salienta no projeto.

Caso a proposta seja aprovada pela Câmara e a lei seja sancionada pelo prefeito, ela entrará em vigor na data de sua publicação no Diário Oficial do Município.