A tentativa do motociclista Paulo César Furtado, de 46 anos, de escapar de um acidente, infelizmente, não deu certo, no final da manhã desta segunda-feira (10). Quando viu que ia bater em um Ford Focus, no cruzamento da Rua das Carmelitas com a Rua Coronel Luiz José dos Santos, no Boqueirão, ele se jogou da moto e foi ao encontro do carro. O motociclista morreu na hora.

De acordo com testemunhas, Paulo tinha acabado de sair de uma empresa de ferragens que fica bem no cruzamento. Ao acessar a pista correta, da Rua das Carmelitas, no sentido Hauer, viu que não daria tempo e que seria atingido pelo Ford Focus, que seguia no sentido contrário.

O motociclista pulou da moto, bateu o peito no para-choque do Focus e foi arremessado a alguns metros. O motorista do Focus até tentou desviar, mas não teve como impedir o acidente.

Socorristas do Siate foram chamados e, em menos de cinco minutos, chegaram ao local, mas nada puderam fazer. “Estávamos perto, voltando de um atendimento, e chegamos rápido. Tentamos reanima-lo, mas não deu certo”, disse Cabo Bova do Corpo de Bombeiros.

Paulo teve uma séria fratura no tórax, que atingiu o pulmão e possivelmente o coração. “Ele morreu na hora”, lamentou o cabo.

Ainda segundo o cabo dos Bombeiros, quando a equipe chegou ao local, o motociclista estava sem o capacete. Os socorristas acreditam que, com o impacto, o equipamento de segurança foi arremessado junto com o corpo do homem. “Talvez não estivesse preso da forma que deveria, mas neste acidente específico, ele não morreu por ferimentos na cabeça”, explicou o cabo Bova.

De qualquer forma, os socorristas aproveitaram para deixar como alerta que os motociclistas prendam corretamente o capacete. “É mais que importante. É essencial”, disse.  

O motorista do Focus ficou nervoso, teve que sentar e precisou de ajuda de alguns comerciantes. Ele ficou no local e prestou esclarecimentos. Policiais do Batalhão de Trânsito da Polícia Militar (BPTran) registraram o acidente. 

Paraná Online no Facebook