O impasse a respeito do pagamento do sobreaviso para médicos plantonistas de três hospitais de Londrina (Santa Casa, Hospital Infantil e Hospital Evangélico) continua. A secretaria de Saúde de Londrina deve dar uma resposta até amanhã à contraproposta feita pelos médicos essa semana.

Segundo um dos diretores da Santa Casa de Londrina, Weber de Arruda Leite, a contraproposta dos médicos é de que o repasse para a Santa Casa (que também engloba o Infantil) seja de R$ 260 mil mensais, e para o Evangélico, R$ 200 mil.

Sobre esse valor, os médicos pediram, ainda, mais 10%. Já a prefeitura tinha oferecido R$ 361 mil para os hospitais nos primeiros seis meses de extensão do contrato (desde abril) e R$ 361 mil mais 10% nos últimos seis meses. O impasse entre médicos plantonistas e prefeitura ocorre desde novembro do ano passado, quando o município suspendeu os pagamentos dos adicionais.