Alunos de primeira a quarta séries das escolas públicas de todo o País estudarão, no ano letivo de 2007, com 29 livros didáticos paranaenses. A Base Editora, empresa com sede em Curitiba, teve 29 títulos de História, Geografia, Matemática e Língua Portuguesa selecionados pelo Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) de 2007, do Ministério da Educação (MEC), que seleciona e oferece, de forma gratuita, livros didáticos para o apoio ao processo de aprendizagem do ensino fundamental.

A aprovação dos 29 títulos (6,8% do total aceito pelo MEC) coloca a editora paranaense entre os líderes da região sul e entre as dez empresas brasileiras que mais tiveram obras indicadas para uso dos alunos e professores em todo o Brasil.

Na versão anterior do programa, a Base teve seis obras aprovadas, mas, para a diretora geral de editora, Oralda Adur, o aumento no número de obras aprovadas já era esperado. "Reunimos grandes autores, bem como a experiência de profissionais muito respeitados na área da Educação. A divulgação da avaliação do MEC é a premiação desse trabalho", destacou.

A coordenadora pedagógica da Base, professora Carmem Lúcia Gabardo salientou a importância desta seleção para a valorização da produção didática paranaense e reconheceu também a responsabilidade e o compromisso de seus profissionais com a qualidade do ensino. Para ela, esse crescimento nos títulos selecionados reflete a credibilidade alcançada pela empresa no processo anterior. "Os que já estavam incluídos no programa permaneceram e sua qualidade fez com que outros livros da editora também alcançassem êxito", comentou.

Para Carmem, o grande diferencial do material didático da editora Base é sua filosofia mais progressista, com algumas inovações na concepção do ensino.