As ações desencadeadas pela Receita Estadual para a cobrança do Imposto sobre Propriedade do Veículos Automotores (IPVA), pelas blitzes realizadas com as polícias de trânsito, resultaram na recuperação de cerca de R$ 50 milhões do imposto não pagos. Esse valor representa redução de 7% da inadimplência de R$ 700 milhões. Iniciada na segunda quinzena de novembro, a operação será mantida até o fim do mês, segundo a Secretaria de Estado da Fazenda.

A inspetora geral de Arrecadação da secretaria, Suzane Gambetta Dobjensk, disse que deverá haver aumento significativo desse valor até o final da campanha, quando será incluído também o montante recuperado em decorrência das notificações feitas aos maiores devedores. As correspondências começaram a ser entregues aos contribuintes nos últimos dias de novembro. “Como já é de conhecimento do contribuinte, os débitos não regularizados no prazo de 30 dias após a notificação serão inscritos em dívida ativa e, na sequência, submetidos aos procedimentos de protesto extrajudicial e execução judicial”, relembra Suzane.

As blitze têm por objetivo identificar e aplicar as sanções aos veículos em circulação e sem o pagamento do IPVA. Quem estiver em atraso com o pagamento do imposto deve regularizar a situação para viabilizar a emissão do licenciamento anual, documento de uso obrigatório para os veículos em circulação.

Mais informações podem ser obtidas no ícone IPVA do site da Secretaria da Fazenda (www.fazenda.pr.gov.br).