Pela primeira vez, o Paraná tem uma safra recorde de cebola. De acordo com os técnicos do Departamento de Economia Rural (Deral), da Secretaria da Agricultura, a produção de cebola da safra 2005/06 é de quase 100 mil toneladas.

Nos últimos anos, a produção de cebola no Estado estava estacionada na casa das 75 mil toneladas. Nos últimos três anos, a cebola tem garantido um bom retorno financeiro para os produtores. Com isso, houve um aumento da área plantada. Em relação à safra anterior, a área plantada com a cultura aumentou 7%. Dos 6.830 hectares plantados com cebola, foram colhidas 98.060 toneladas do produto.

O vice-governador e secretário da Agricultura, Orlando Pessuti, informou que os resultados satisfatórios são conseqüência dos trabalhados desenvolvidos no Paraná pela Secretaria da Agricultura e pela Emater. ?A cebola é uma excelente alternativa de produção para a região centro-sul do Estado e ainda contribui para uma maior diversificação da propriedade rural. Essa cultura oferece a vantagem de utilizar mão-de-obra numa época em que as demais culturas não necessitam. A cebola encaixa-se bem no sistema de produção das propriedades, além de garantir um considerável retorno financeiro?, afirmou.

Por recomendação da Secretaria da Agricultura e da Emater, os produtores de cebola do Paraná estão escalonando a produção. Segundo o agrônomo do Deral, Maurício Lunardon, os agricultores do Estado plantam de 20 a 30% de variedades precoces. ?Assim, eles colhem mais cedo e conseguem bons preços no mercado. Como a colheita ainda não se intensificou, a oferta do produto não é grande?.

Lunardon informou que, na seqüência, os produtores colhem a variedade crioula, que responde por 70 a 80% da produção. ?Como a variedade crioula é de ciclo tardio, o produtor armazena o que colhe para vender no período de março a abril, quando o preço normalmente reage?.

A Região Metropolitana de Curitiba e da região de Irati são os principais produtores de cebola do Paraná. Juntos, chegam a responder por mais de 80% da produção do Estado. ?O município de Irati destaca-se pela alta tecnologia usada nas lavouras. Há lavouras com produtividades acima de 50 mil toneladas por hectare. A média no Paraná é de 15 mil toneladas por hectare?, disse.