Brasília (AE) – O PFL emitiu nota oficial sobre nova denúncia contra o governo Lula. Eis a íntegra da nota do presidente do PFL, senador Jorge Bornhausen (SC), sobre a denúncia envolvendo suposto repasse de US$ 3 milhões para a campanha do PT em 2002.

"A denúncia é gravíssima e tem de ser apurada em profundidade. Como o senhor Buratti está vinculado à CPI dos Bingos deve ser chamado outra vez para prestar depoimento sobre os dólares de Cuba, assim como os demais citados pela revista que ainda estão vivos. O departamento jurídico do PFL foi acionado para estudar a questão sob todos os seus ângulos jurídicos. E, certamente, todas as providências legais serão tomadas".