O prefeito da cidade venezuelana de Valencia, Edgardo Parra, foi preso como parte de uma campanha de combate à corrupção na Venezuela, anunciou neste domingo a promotoria local.

A prisão de Parra, filiado ao governista Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV), ocorreu na noite de sábado.

Recentemente, outras duas pessoas suspeitas de gestão fraudulenta de recursos públicos já haviam sido presas em Valencia, uma cidade de mais de 2 milhões de habitantes.

O combate à corrupção é uma promessa de campanha do novo presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, que no início do ano assumiu interinamente o governo e depois foi eleito chefe de Estado após a morte de Hugo Chávez.

Há apenas alguns dias, Maduro pediu poderes especiais ao Congresso para levar adiante o combate à corrupção. Opositores acusam o governo de usar a campanha para tirar de cena seus inimigos e preservar aliados.

Até o momento, Parra é o mais destacado líder governista preso no âmbito dessa campanha de combate à corrupção.

A organização não-governamental (ONG) Transparência Internacional considera a Venezuela um dos países mais corruptos do mundo. Fonte: Associated Press.