Um terremoto de 7,1 graus na escala Richter atingiu na manhã desta quarta-feira (horário local) a cidade de Yushu, na província de Qinghai, (próximo ao Tibet), matando mais de 300 pessoas e ferindo outras 8.000, segundo a TV estatal chinesa. Muitos ainda estão presos sob os escombros.

A agência chinesa de notícias Xinhua informou que uma série de abalos menores se seguiram ao terremoto. “Tropas de apoio foram deslocadas para o local e ajudam no salvamento”, disse o representante da prefeitura de Yushu, Huang Limin.

Segundo o Serviço Geológico dos EUA (USGS, na sigla em inglês), o epicentro do primeiro tremor foi localizado a 380 km ao sul-sudoeste de Golmud, uma grande cidade em Qinghai, e se deu a uma profundidade de 10 km.