O príncipe William aterrissou com um helicóptero da Real Força Aérea britânica no jardim da casa dos pais de sua namorada durante um vôo de treinamento, confirmou neste domingo o Ministério da Defesa da Grã-Bretanha.

A imprensa britânica qualificou o episódio como um desperdício em um momento no qual as forças armadas atuam no limite por causa das guerras no Iraque e no Afeganistão.

Alguns veículos advertiram que a atitude do príncipe pode colocar em risco a paciência dos britânicos com relação à monarquia.

A aterrissagem na propriedade dos pais de Kate Middleton ocorreu em 3 de abril. O Ministério da Defesa informou que o pouso foi planejado e autorizado pelas autoridades como parte do treinamento do príncipe como piloto da Real Força Aérea britânica.

"A aeronave aterrissou no terreno depois de terem sido tomadas as medidas necessárias de precaução e ali permaneceu por 20 segundos", prosseguiu o Ministério. "Ninguém desceu do helicóptero", dizia um comunicado militar.

Ainda segundo a declaração, as Forças Armadas sempre pedem permissão a donos de propriedades para usar seus campos em missões de treinamento.