Um escândalo político sobre gastos com viagens forçou o primeiro-ministro da Austrália, Malcolm Turnbull, a reformular seu gabinete pela primeira vez desde que tomou posse.

Greg Hunt, um experiente membro do círculo interno da liderança de Turnbull, foi nomeado hoje como ministro da Saúde da Austrália, após Sussan Ley renunciar na semana passada depois de um escândalo sobre a compra de um luxuoso apartamento em 2015, enquanto cobrava dos contribuintes por negócios oficiais.

O estrategista político e secretário do gabinete, Arthur Sinodinos, foi promovido à posição de ministro da Indústria e Inovação, após Hunt deixar o cargo. Fonte: Dow Jones Newswires.