O governo espanhol anunciou que, após negociações, 26 tripulantes de um barco pesqueiro seqüestrado por piratas na costa da Somália foram libertados com sua embarcação. A vice-primeira-ministra Maria Teresa Fernandez de la Vega informou que a tripulação e a traineira Playa de Bakio já voltavam para casa, escoltados por uma fragata espanhola, mas não revelou se houve pagamento de resgate.

O barco pesqueiro do País Basco havia sido capturado no domingo passado (20), quando pescava em águas internacionais a cerca de 300 quilômetros de Mogadiscio. Piratas armados com foguetes lançadores de granadas abordaram o barco e capturaram a tripulação de 13 espanhóis e 13 homens de países africanos. De la Vega disse que os pescadores estão em boas condições de saúde.