O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, condenou o ataque que matou ao menos 126 pessoas, a maioria crianças, em uma escola militar no Paquistão. Ele classificou o incidente como “um ato de horror e covardia.”

Durante a abertura da reunião do Conselho de Segurança, Ban Ki-moon afirmou que nenhuma casa ou ressentimento pode justificar a morte de 126 pessoas. “Escolas devem ser locais seguros para o aprendizado e o acesso à educação é direito de toda criança”, afirmou Ban. “Ir à escola não deveria ser um ato de bravura.”

Ele ofereceu ajuda da ONU para o Paquistão na sua luta contra o terrorismo, e pediu ao governo para encontrar e levar os criminosos à Justiça. “Os corações do mundo todo estão com os pais e famílias que perderam seus entes queridos.” Fonte: Associated Press.