O presidente do México, Andrés Manuel López-Obrador, anunciou que enviará uma carta a parlamentares dos Estados Unidos pedindo a aprovação do acordo comercial Estados Unidos-México-Canadá (USMCA, na sigla em inglês). “Não queremos que se use o tratado USMCA com propósitos políticos e eleitorais”, declarou, em referência à crise política que o presidente americano, Donald Trump, enfrenta desde que foi autorizada a abertura de um processo de impeachment contra seu mandato.

No documento, López-Obrador também se comprometerá com mudanças na legislação trabalhista, em uma reforma que, de acordo com o mandatário, possa unir “direitos dos trabalhadores, liberdade e democracia sindical”.

Os governos do México e do Canadá já assinaram o USMCA, que agora aguarda ratificação do Congresso dos EUA.