Pelo menos 15 pessoas morreram durante um motim ocorrido nesta sexta-feira na penitenciária de Palmasola, no leste da Bolívia, informaram autoridades locais.

O motim teve como motivo aparente uma disputa interna de detentos pelo controle da prisão superlotada situada nos arredores de Santa Cruz.

O diretor da Polícia Nacional boliviana, Alberto Aracena, disse que 50 detentos ficaram feridos, sete deles em estado grave. Ainda segundo ele, alguns detentos foram queimados vivos e é possível que o número de mortos aumente ainda mais. Fonte: Associated Press.