O governo da Argentina baniu quatro companhias de petróleo britânicas de atuar no país por 20 anos, sob o argumento de que elas violaram as leis do país ao operar nas águas em torno das ilhas Malvinas, controladas pelo Reino Unido. A proibição se aplica a Borders & Southern Petroleum, Desire Petroleum, Argos Resources e Falkland Oil & Gas.

As relações entre a Argentina e o Reino Unido, que chegaram a travar uma guerra pelo controle das ilhas em 1982, deterioraram novamente a partir de 2010, quando companhias britânicas começaram a explorar petróleo e gás na região. As ilhas são controladas pelo Reino Unido desde a década de 1830, quando tropas britânicas expulsaram os moradores e instalaram uma colônia Desde então, a Argentina vem exigindo a devolução do arquipélago.

O Reino Unido também está em uma disputa com a Espanha sobre o território de Gibraltar, no extremo sudeste da península ibérica, que controla a passagem entre o Atlântico e o Mediterrâneo. A Marinha britânica enviou navios de guerra para a região esta semana, numa tentativa de intimidar o governo espanhol e levá-lo a reduzir um novo imposto sobre o tráfego de veículos na fronteira de Gibraltar. Muitas das pessoas que trabalham na colônia britânica, que é um paraíso fiscal, moram em território espanhol e não pagam Imposto de Renda no país onde vivem. Fonte: Dow Jones Newswires.