Tóquio, 11/09/2015 – A equipe consultiva do primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, afirmou hoje que o governo deve agir de forma flexível caso choques externos atinjam a economia do país, ressaltando as crescentes preocupações sobre a desaceleração da China.

O governo deve “agir de maneira flexível para garantir a boa execução do Abenomics [plano de recuperação econômica do governo Abe] se os riscos em economias estrangeiras se materializarem”, afirmaram os membros do setor privado do Conselho de Política Econômica e Fiscal, em relatório.

A equipe ainda expôs o que considera prioridade nas políticas econômicas, incluindo reforço nas ajudas para famílias com crianças, aumento da produtividade das empresas e maior participação laboral das mulheres e idosos.

O governo também pretende incentivar os executivos das empresas a aumentar os investimentos de capital, a fim de melhorar a produtividade. Abe conseguiu fazer com que as empresas aumentassem os salários por dois anos consecutivos, pressionando os executivos através de negociações diretas. Fonte: Dow Jones Newswires.