A Indonésia iniciou, neste domingo, as investigações para determinar a causa de um acidente envolvendo um novo avião Boeing pertencente à maior companhia aérea do país, a Air Lion. A aeronave aterrissou, no sábado (13), no mar ao tentar chegar ao aeroporto de Denpasar, na ilha turística de Bali. Nenhuma das 108 pessoas a bordo morreu no acidente.

O porta-voz do Ministério dos Transportes do país, Bambang Ervan, disse que as autoridades já removeram as gravações do voo e planejam a retirada da aeronave da praia. Especialistas estão examinando o que pode ter causado o acidente.

Todos os 101 passageiros do voo, que partiu da cidade de Bandung, foram salvos. A aeronave foi esvaziada sem problemas. Alguns nadaram até a praia, enquanto outros foram resgatados por botes. Dezenas de passageiros ficaram feridos, mas a maioria já teve alta dos hospitais neste domingo.

O porta-voz da Air Lion, Edward Sirait, disse após o acidente que a aeronave havia sido entregue no final de março. O aeroporto de Denpasar é um dos mais movimentados na Indonésia e principal porta de entrada para os turistas estrangeiros.

O piloto e o co-piloto foram aprovados nos testes para detectar substância ilícitas no organismo, mas vão passar por uma análise mais rigorosa, segundo as autoridades. As informações são da Associated Press e da Dow Jones.