Três mulheres e uma criança foram mortos a tiros ontem à noite na Flórida durante uma reunião familiar para marcar o dia de Ação de Graças. A polícia realizava hoje uma perseguição ao parente suspeito pelos crimes e informou que 17 pessoas da mesma família estavam na casa quando houve os disparos em Jupiter, pequena cidade costeira a 145 quilômetros ao norte de Miami.

O sargento da polícia Scott Pascarella disse que Paul Michael Merhige, de 35 anos, era procurado. Ele era primo da vítima de 6 anos, McKayla Sitton. Os outros mortos foram as duas irmãs gêmeas do suspeito, Carla e Lisa Merhige, de 33 anos, e uma tia, Raymonde Joseph, de 76 anos, segundo a polícia.

Autoridades afirmaram que uma quinta vítima, o cunhado de Merhige, Patrick McKnight, estava sendo tratado no hospital. De acordo com o policial, ainda não se sabe a causa dos crimes e não há informações sobre brigas anteriores que poderiam ter servido como motivação.