Berlim, 28 (AE) – Os ministros das Relações Exteriores de França e Alemanha uniram-se neste sábado em suas críticas à decisão do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de interromper o programa de refugiados americano. O ministro alemão, Sigmar Gabriel, notou que o amor ao vizinho é parte das tradições cristãs dos EUA.

O ministro francês, Jean-Marc Ayrault, disse que a decisão de Trump “só pode nos preocupar”. Ontem, Trump assinou uma ordem executiva que suspendeu a entrada nos EUA de refugiados de sete países de maioria muçulmana.

Após reunião neste sábado em Paris, Ayrault e Gabriel disseram que desejam dialogar com Rex Tillerson, indicado de Trump para secretário de Estado que ainda está à espera de confirmação do Legislativo.

“Há muitos outros assuntos que nos preocupam, por isso Sigmar e eu também discutimos o que faremos. Quando nosso colega, Tillerson, for oficialmente apontado, nós dois entraremos em contato com ele”, afirmou a autoridade francesa. Fonte: Associated Press.