Uma explosão provocou hoje um incêndio na Amuay, maior refinaria da Venezuela, disse o diretor da empresa, Jesus Luongo. A unidade está localizada em Paraguana, no nordeste do Estado de Falcon, e produz mais de 600 mil barris de petróleo por dia. A refinaria não interrompeu suas operações após a explosão, que não deixou feridos, segundo Luongo, em entrevista para a televisão estatal.

“O principal equipamento da unidade não sofreu nenhum dano, nem o reator, o compressor ou a fornalha, afirmou Luongo. Ele acrescentou que o incêndio foi concentrado na torre de absorção e a causa da explosão ainda não tinha sido identificada. A refinaria é operada pela companhia de petróleo estatal Petroleos de Venezuela (PDVSA).

A indústria de petróleo venezuelana foi afetada nos últimos anos e a produção tem estado em declínio parcialmente por causa de acidentes similares em unidades operadas pela PDVSA. Alguns críticos acusam o governo de não investir o suficiente para manter as refinarias e as unidades de produção atualizadas.

Na semana passada, quatro unidades na refinaria Isla da PDVSA, que tem capacidade de produção de 320 mil barris por dia e está situada na ilha Caribenha de Curaçau, foram fechadas devido a problemas elétricos. As informações são da Dow Jones.