O ex-ministro das Relações Exteriores do Reino Unido David Miliband anunciou hoje sua candidatura à liderança do Partido Trabalhista. A sigla perdeu o poder após a eleição geral da semana passada ser vencida pelo Partido Conservador, e David Cameron assumir como novo primeiro-ministro.

“Eu serei candidato nesta eleição”, disse Miliband, referindo-se à disputa pela liderança trabalhista. “Eu acredito que posso liberar o trabalhismo para sua reconstrução, como o grande reformador da mudança social e econômica nesse país”, afirmou ele.

Miliband, de 44 anos, é visto como o favorito ao posto. Recentemente, ele recebeu o apoio de outro nome forte no partido, o ex-secretário de Interior Alan Johnson. Mas ainda deve enfrentar uma competição com outras figuras do partido, talvez, inclusive, com seu irmão mais novo, Ed Miliband, ex-ministro da Energia e da Mudança Climática.

Outros possíveis concorrentes são Ed Balls, visto como próximo de Gordon Brown, e o ex-ministro da Saúde Andy Burnham. A ex-vice de Brown, Harriet Harman, é a líder interina do Partido Trabalhista até que haja uma disputa formal para a eleição do sucessor.