O ministro dos Transportes líbio, Mohammed Ali Zaidan, confirmou que 96 corpos já foram encontrados entre os destroços do avião da companhia líbia Al Afriqiyah Airways, que sofreu um acidente hoje no momento da aterrissagem em Trípoli. A aeronave tinha 104 pessoas a bordo: 93 passageiros e 11 tripulantes.

Segundo a agência estatal Jana, o ministro afirmou que apenas um menino holandês de 10 anos sobreviveu. O primeiro-ministro holandês, Jan Peter Balkenende, disse que havia dezenas de cidadãos do país a bordo. O Escritório de Turismo da Holanda informou que eram 61 holandeses entre os mortos.

O acidente ocorreu às 6h10 desta manhã (1h10 da madrugada no horário de Brasília), no momento em que o avião, um Airbus 330-200, aterrissava no aeroporto de Trípoli. A aeronave vinha de Johannesburgo e seguiria depois para o aeroporto de Heathrow, na Inglaterra. Os passageiros eram de várias nacionalidades, inclusive britânicos e sul-africanos. O dia estava ensolarado e claro.

A Afriqiyah Airways opera uma frota formada apenas por modelos Airbus. É uma empresa estatal líbia, fundada em abril de 2001.