O nascimento do filho da princesa Kate com o príncipe William, na tarde desta segunda-feira, pôs fim a meses de especulações em relação ao sexo da criança. A expectativa agora gira em torno do nome do filho do casal real.

A maior parte dos membros da realeza britânica tem três ou quatro nomes. Normalmente, esses nomes são uma combinação de homenagens a antigos monarcas e familiares.

O nome da rainha Elizabeth II, por exemplo, é Elizabeth Alexandra Mary: uma homenagem simultânea à mãe, à bisavó e à avó. O novo pai, por sua vez, chama-se William Arthur Philip Louis.

Nas casas de apostas da Inglaterra, os palpites mais populares para os nomes de menina eram Alexandra, Charlotte e Elizabeth. Com esses nomes fora do páreo agora, os nomes mais mencionados pelos apostadores são George e James.

Apesar disso, pode levar um tempo até que o nome da criança seja conhecido. Quando William nasceu, por exemplo, seu nome foi anunciado ao público apenas uma semana depois de Diana o ter dado à luz.

Já o sobrenome é opcional. Os membros da família real não precisam necessariamente de um sobrenome. A maneira correta de se referir ao novo príncipe será Sua Alteza Real o Príncipe (nome) de Cambridge.

Se quiserem, os atuais membros da família real podem usar o sobrenome Mountbatten-Windsor, adotado em 1960 pelos filhos da rainha. O nome combina Windsor, nome de família adotado pelo rei George em 1917, e o nome da família do príncipe Philip, Mountbatten. Fonte: Associated Press.