A Agência Aérea (FAA) dos Estados unidos está impedindo que pilotos e transportadores americanos voem em áreas do espaço aéreo iraquiano, iraniano e em qualquer outro lugar do Golfo Pérsico. A agência está alertando sobre o “potencial de erro de cálculo ou identificação incorreta” de aeronaves civis em meio a tensões crescentes entre os EUA e o Irã.

A decisão ocorre após o país persa ter lançado mísseis contra bases iraquianas usadas por tropas americanas, em resposta à morte do general Qassim Suleimani. O líder militar iraquiano, que comandava as Forças Quds da Guarda Revolucionária do Irã, foi assassinato na semana passada em operação americana no Iraque.

A FAA diz que as restrições estão sendo emitidas devido ao “aumento de atividades militares e das tensões políticas no Oriente Médio, que apresentam um risco inadvertido para as operações de aviação civil dos EUA”. Fonte: Associated Press.