Brasília – O presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), ministro Adylson Motta, pediu hoje ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no Palácio do Planalto, que o governo negocie com o Paraguai uma reformulação de termos do acordo entre os dois países para a operação da Usina Hidrelétrica Itaipu Binacional. Segundo a assessoria do TCU, a proposta de Motta é para que seja permitida a fiscalização da Usina Hidrelétrica Itaipu pelo tribunal e pela Controladoria do governo paraguaio.

Nos moldes atuais, o entendimento entre Brasil e Paraguai não prevê a auditoria das atividades da usina hidrelétrica pelos órgãos de controle dos dois países. Segundo assessores do Tribunal de Contas, o pedido feito hoje pelo presidente do TCU é uma reivindicação antiga do órgão, que ganhou impulso com a publicação pela Revista "IstoÉ", no início do ano, de denúncias sobre um suposto esquema de caixa dois na usina. De acordo a Corte, Lula teria demonstrado "boa vontade" em relação à sugestão feita por Motta.