Exportação de soja
cresceu 13,8%.

A média diária das exportações brasileiras na terceira semana de maio cresceu 15,6% em relação ao mesmo período do ano passado, passando de US$ 303,4 milhões para US$ 350,8 milhões. Com o resultado, a balança comercial brasileira acumula um saldo positivo de US$ 9,923 bilhões, resultado de US$ 31,3 bilhões em exportações e US$ 21,3 bilhões em importações.

Segundo dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex), o incremento decorreu do aumento das vendas das três categorias de produtos: manufaturados, semimanufaturados e básicos. O comércio de aviões, álcool etílico, tratores, madeira compensada, laminados planos de ferro e aço, máquinas e aparelhos para terraplanagem, açúcar refinado, veículos de carga, chassis com motor, auto-peças, móveis e óleos combustíveis, cresceu em média 20,4%, passando de uma média diária de US$ 158,7 milhões, para US$ 191 milhões.

As exportações de produtos como carne bovina, suína, de frango e peru, uvas frescas, farelo de soja, petróleo em bruto, milho em grão, minério de alumínio, cresceram 13,8% no período, passando de US$ 96,5 milhões, em maio do ano passado, para US$ 109,7 milhões neste mês. As exportações de açúcar em bruto, produtos semimanufaturados de ferro ou aço, ferro fundido, couros e peles, ferro-liga e madeiras serradas, aumentaram em média 5,1%, de US$ 43,5 milhões, para US$ 45,8 milhões.