Cerca de 35 internos da Fundação Estadual do Bem-Estar do Menor (Febem) de Jequitibá, em Campinas, no interior paulista, estão rebelados e mantêm quatro funcionários reféns.

De acordo com informações da assessoria de imprensa da Febem, um outro servidor, que também estava entre os reféns, foi ferido na região dos rins por uma faca improvisada. Ele foi encaminhado para um hospital da região e ainda não há detalhes sobre seu estado de saúde.

O tumulto começou após uma briga entre os adolescentes, menores de idade, no interior de uma sala de aula. A direção da unidade e o comandante da Tropa de Choque da Polícia Militar participam das negociações para encerrar o motim e liberar os reféns. Os 35 rebelados correspondem a metade do total de internos na unidade.