Num jogo unilateral no segundo tempo, o Internacional derrotou o Grêmio por 3 a 1 neste sábado em Porto Alegre no Gre-Nal válido pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro e pulou para o 13.º lugar. O Grêmio, com a derrota continuou em 25.º, em situação desesperadora na penúltima colocação e que pode piorar, caso o Guarani vença a Ponte Preta amanhã, no clássico em Campinas.

Para quem esperava um jogo nervoso, o Gre-Nal número 363 foi bem comportado no primeiro tempo. Movimentado, mas tecnicamente fraco, o maior clássico gaúcho teve poucas chances de gol, devido ao correto comportamento das duas defesas, que não permitiam jogadas perigosas em qualquer um dos ataques.

A melhor chance aconteceu logo aos três minutos, quando Arílson, após uma falha da zaga do Inter, sozinho na frente de Clemer, cabeceou para fora. Já o Inter foi levar perigo ao gol de Márcio no final, aos 45 minutos, em cobrança de falta de Chiquinho, no lance que originou a expulsão de Claudiomiro, após atingir Diego com violência.

O técnico Cuca criticou seu zagueiro antes de entrar para o vestiário, no intervalo: “Isto não pode acontecer justamente quando tínhamos a posse de bola. Prejudica todo o trabalho”. Já Muricy Ramalho falou sobre o jogo: “Foi tudo igual. Só aconteceram lances de bola parada”.

O segundo tempo, no entanto, foi totalmente diferente. Rodrigo Paulista substituiu Cleiton Xavier e foi jogar no ataque ao lado de Diego. Com isso, Fernandão foi para a meia e o Inter tomou conta do jogo. O resultado disso foi o gol de Diego, aos 11 minutos, após uma triangulação entre Marabá, Chiquinho e Rodrigo Paulista.

Com um jogador a mais, o Inter ‘amassava’ o Grêmio, que ficou sem poder de reação. Aos 21 minutos Chiquinho acertou a trave de Márcio; aos 26, Rodrigo Paulista tocou para fora. Aos 29 minutos, no entanto, não teve jeito, pois Fernandão, de cabeça, fez 2 a 0 após cruzamento de Chiquinho. Aos 37, Rodrigo Paulista, após driblar Baloy, chutou forte para fazer 3 a 0 e praticamente sepultar o seu maior rival na primeira divisão. Aos 47, Ânderson descontou para o Grêmio.