Brasília – O ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, Paulo Bernardo, afirmou nesta terça-feira (3) que o governo quer negociar com os controladores de vôo ?sem faca no pescoço?. Ele se reuniu com representantes da categoria para avisar que o governo quer tranquilidade nas negociações.

 ?Tínhamos a preocupação de, como era a primeira conversa depois dos episódios de sexta-feira [paralisação de controladores de Brasília] de passar uma mensagem do governo de que nós pretendemos fazer mudanças no sistema de controle de tráfego aéreo, queremos ouvir todas as partes envolvidas, mas nós queremos fazer isso em um clima de tranquilidade, sem faca no pescoço?, disse Paulo Bernardo.

Na madrugada do último sábado (31), o ministro e os controladores fecharam uma acordo pelo qual o governo se comprometia a desmilitarizar o controle aéreo, conceder gratificação e atender outras reivindicações para encerrar o protesto da categoria na última sexta-feira (30). Naquele dia, ficou acertado que os controladores voltariam a se reunir com o ministro hoje. 

Os controladores saíram da reunião sem dar declarações.