Em um clássico movimentado, mas com três gols originados de bolas paradas, o
Coritiba venceu o Paraná por 2 a 1, em Curitiba, e manteve sua recuperação no
campeonato chegando aos 13 pontos. Tiago, de pênalti, abriu o placar aos 18
minutos; Neto, de falta, empatou aos 21, e Ricardinho fechou ao placar aos 36
minutos, também cobrando falta.

Apoiado por mais de 30 mil torcedores, o
Coritiba foi ao ataque desde o início. Sua dupla de atacantes Tiago e Alexandre
se movimentava bastante e confundia a defesa do Paraná. Logo aos 18, Jackson
invadiu a área e foi derrubado por Marcos dentro da área. Tiago cobrou e abriu o
placar.

A torcida alviverde ainda comemorava quando Neto, aos 21, cobrou
uma falta pela esquerda e empatou. O técnico Cuca não se intimidou e manteve sua
equipe no ataque. Aos 36, Ricardinho cobrou mais uma falta e abriu a vantagem
para a equipe da casa.

Para bloquear um pouco mais os avanços do
Alviverde, Lori Sandri retornou com o 4-4-2 para o segundo tempo e, aos três
minutos, o Paraná quase empata em um chute de Maicossuel que Miranda salvou de
cabeça.

O Coritiba reforçou o seu meio e Cuca trocou Marquinhos, que não
vinha bem, por Rodrigo Batatinha. O time se manteve na frente e Alexandre quase
ampliou aos 32, em um chute que parou na trave.

No final da partida, o
ala Ricardinho comemorou a vitória suada. "Foi um jogo difícil desde o início,
pois o time deles lutou muito e exigiu da nossa equipe. Conseguimos uma vitória
muito importante para embalar no campeonato", disse.

Na próxima rodada, o
Coritiba vai a Goiânia, enfrentar o Goiás e o Paraná joga em Curitiba, contra o
Atlético-MG, no final de semana.