O total de investimentos da BRF no próximo ano deve ser próximo ou superior ao Capex de 2014, afirmou nesta sexta-feira, 12, o vice-presidente de Finanças e Relações com Investidores, Augusto Ribeiro Júnior. “Os investimentos em 2015 não ficarão abaixo dos investimentos deste ano”, disse o executivo a jornalistas em São Paulo.

No acumulado do ano até setembro, os investimentos feitos pela BRF totalizam R$ 1,3 bilhão. A projeção de Capex da alimentícia para 2014 é de um total de R$ 1,5 bilhão.

O executivo comentou ainda que a companhia estuda recomprar títulos da dívida no próximo ano. Segundo ele, os papéis de interesse da empresa são os bonds com vencimentos para 2022 e 2024.

Preços internacionais

Os preços internacionais das carnes suína e de frango devem cair ao longo do primeiro trimestre de 2015, acredita o diretor de Global Desk da BRF, José Humberto Prata Júnior. Segundo o executivo, a queda dos preços dos grãos e, o consequente, aumento da oferta desses animais devem ser os responsáveis pela redução dos preços dessas commodities.

“Os preços em dólar devem cair até fevereiro, março e depois se estabilizar”, afirmou ele. Apesar do recuo, Prata Júnior destacou que a perspectiva de déficit da oferta de bois e o elevado preço da proteína bovina devem suportar em parte os preços das outras carnes, tanto no mercado interno quanto no mercado externo.

Para o vice-presidente de Finanças e de Relações com Investidores da companhia, Augusto Ribeiro Júnior, a desvalorização do real em relação ao dólar também deve compensar em parte a queda dos preços internacionais. “O atual câmbio é positivo para a BRF”, avaliou.