O sindicato do setor privado da Grécia GSEE convocou hoje uma greve de 24 horas para 11 de maio para protestar contra as mais recentes medidas de austeridade do governo. Em comunicado, o sindicato, que possui 800 mil trabalhadores filiados, afirmou que as medidas continuam a pesar mais sobre os “assalariados, aposentados e desempregados, que têm de carregar o peso da crise”.

Na última sexta-feira, o governo do Partido Socialista da Grécia anunciou planos para a adoção de medidas de austeridade adicionais no valor de 26 bilhões de euros durante os próximos cinco anos. O pacote final está previsto para ser votado no Parlamento em 15 de maio.

Em maio do ano passado, a Grécia evitou por pouco um default (falência) após receber um pacote de socorro de 110 bilhões de euros da União Europeia e do Fundo Monetário Internacional (FMI) em troca da implementação de um duro programa de austeridade ao longo de muitos anos para tentar corrigir as finanças e a economia do país. As informações são da Dow Jones.