O portal de imóveis Viva Real apresentou nesta quarta-feira (20) o índice DMI-VivaReal, com análises referentes a indicadores do setor imobiliário em 30 cidades brasileiras.

Em 2015 o valor médio do m² para venda teve valorização de 2,0% em Curitiba, abaixo do índice de inflação, IPCA, acumulado no período em 10,67%. Em relação ao aluguel, o preço médio do m² na capital sofreu desvalorização de 0,2%.

Os bairros com o m² mais caro da capital paranaense são Juvevê (R$ 6.850/m²), Alto da Glória (R$ 6.813/m²), Batel (R$ 6.440/m²), Centro Cívico (R$ 6.372/m²) e Cabral (R$ 6.228/m²).

Em Curitiba, os cinco bairros mais valorizados para venda foram Campo de Santana (+7,6%), São Braz (+6,9%), Alto da Glória (+6,8%), Tatuquara (+6,8%) e Alto da Rua XV (+5,9%).

Em 2015, os bairros mais procurados para compra de imóveis foram Água Verde, Portão, Cidade Industrial, Centro e Campo Comprido. Em relação ao aluguel, Centro, Água Verde, Portão, Boa Vista e Cristo Rei foram os bairros preferidos pelos consumidores.

O DMI também apontou as preferências do curitibano na hora de procurar um novo lar. Os imóveis com três dormitórios são procurados por 52% dos consumidores e os com até 100m² são os preferidos de 61%.

A oferta e demanda de imóveis na categoria preço é bastante desalinhada. Cerca de 59% das pessoas que buscam uma residência em Curitiba estão dispostas a pagar até R$ 350 mil, no entanto apenas 40% dos imóveis estão nessa faixa de preço.