A produção industrial dos EUA cresceu 0,2% em junho, em comparação com maio, de acordo com o Federal Reserve (Fed, o banco central americano), menos do que a alta de 0,3% esperada pelos economistas consultados pela Dow Jones. Os dados também mostraram que as indústrias norte-americanas usaram 76,7% de sua capacidade, a mesma taxa de utilização de maio, também abaixo da previsão de 76,9%.

Os números de maio foram revisados para mostrar que a produção industrial caiu 0,1%, em vez de ter subido 0,1% como calculado inicialmente. Em comparação com junho do ano passado, a produção industrial cresceu 3,4% em junho.

A produção das fábricas dos EUA em junho ficou estável, em consequência do terremoto que atingiu o Japão no começo do ano e provocou problemas na cadeia de abastecimento do setor automotivo. Em junho, a produção de veículos motores caiu para 7,81 milhões de unidades, de 7,93 milhões em maio.

Em junho também houve queda na produção em outros segmentos da indústria, como equipamentos de negócios, vestuário e móveis. No entanto, houve ganhos na indústria de metais e aeroespacial. O segmento de mineração teve alta de 0,5% na produção e as concessionárias tiveram aumento de 0,9%. As informações são da Dow Jones.