O presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, deixou na manhã desta sexta-feira, 12, o Copacabana Palace, onde estão reunidas autoridades brasileiras e internacionais da área econômica para a 73ª Plenária do Grupo dos 30. O italiano saiu do hotel em um carro oficial do governo brasileiro e com seguranças, mas não falou com a imprensa.

A plenária começou nesta manhã, e o presidente do Banco Central brasileiro, Alexandre Tombini, é o anfitrião do evento. O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, também participou da abertura, mas deixou o hotel rumo a São Paulo.

O ex-presidente do BC Armínio Fraga é o representante brasileiro no G-30, que reúne ex-presidentes de bancos centrais e ex-ministros de Finanças, para discutir política monetária e econômica. O grupo, porém, debate a portas fechadas.

Também participam do evento o presidente do Banco Central da Inglaterra, Mark Carney, e o ex-secretário do Tesouro dos EUA Timothy Geithner.