O lucro líquido da Petrobras nos nove primeiros meses de 2007, de US$ 8,9 bilhões, foi o maior entre as empresas de capital aberto da América Latina no período, segundo levantamento da consultoria Economática. No entanto, em termos de rentabilidade sobre o patrimônio (ROE), a estatal brasileira apresentou o segundo pior desempenho em nove meses, de 16,91%, superando apenas a mexicana Cemex.

A Vale do Rio Doce foi a companhia brasileira melhor colocada neste quesito, afirma a Economática, com rentabilidade de 34,13% ficando em terceiro lugar entre todas as empresas avaliadas. O lucro da mineradora foi o segundo maior, de US$ 8,4 bilhões. As primeiras em rentabilidade sobre o patrimônio foram Southern Peru e Carso Global Telecom, do México.