São Paulo – A quantidade de empregos com carteira assinada gerados no país até o final mês de agosto neste ano superou o total de postos de trabalhos abertos durante todo o ano passado. Nos oito primeiros meses de 2007, foram gerados 1.355.824 empregos, enquanto em 2006 o número total foi de 1.207.070.

Dados divulgados nesta sexta-feira (14) do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho ? que reúne as notificações de trabalho formal ?, apontam que o desempenho da geração de empregos de janeiro a agosto de 2007 é o segundo melhor já registrado, inferior apenas ao de 2004, quando nos primeiros oito meses foram criados 1.466.446 empregos. O resultado deste ano é 12% superior ao verificado em igual período do ano passado.

Somente no mês de agosto, foram gerados em todo o país cerca de 133 mil empregos com carteira assinada, o terceiro melhor resultado para um mês de agosto já medido pelo governo. Os dados mostram maior expansão que no mês anterior, quando foram registrados 126.992 empregos. Já em agosto de 2006 foram gerados 128.915 mil empregos.

Das 27 unidades da federação, 25 registraram crescimento na geração de empregos em agosto, com destaque para São Paulo e Pernambuco. Dois estados tiveram resultado negativo: Minas Gerais, devido a motivos associados ao desempenho da agropecuária, e Acre.