O presidente do Banco Central (BC), Henrique Meirelles, destacou hoje, em evento em São Paulo, que sempre afirmou que a estabilidade econômica é importante para o País, pois permite combate à inflação, melhoria da renda da população e aumento de previsibilidade do cenário econômico para os empresários ampliarem os investimentos.

“Algumas pessoas às vezes brincam comigo, que o Banco Central agora fala sobre desigualdade de renda, de questões sociais, etc. Eu sempre falei disso. É muito importante, num país como o Brasil, mencionar que a estabilidade econômica não é apenas um índice financeiro teórico”, comentou. “Estabilidade econômica é benefício tangível para a população, via criação de empregos, diminuição de desigualdade, além de programas sociais.”

Meirelles também destacou que uma economia estável permite aumento da arrecadação do governo, o que cria condições mais favoráveis para o financiamento de programas sociais. Além disso, ele ressaltou que um país com fundamentos econômicos sólidos aumenta as condições de investimentos por parte dos empresários. Meirelles fez as declarações durante discurso proferido na 8ª edição do Congresso Brasileiro da Construção (Construbusiness), realizado pela manhã na Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

Na quinta-feira à noite, em discurso para banqueiros, num evento promovido pela Federação Brasileira dos Bancos (Febraban), o ministro da Fazenda, Guido Mantega, chegou a fazer um comentário, em tom de brincadeira, segundo o qual Meirelles agora está se comunicando com mais eloquência, inclusive tratando de questões sociais. “Não sei se é porque ele está criando novos hábitos de banqueiro, político, mas ele falou até da questão social”, disse Mantega naquela noite, discursando logo depois do presidente do BC.