O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) apontou inflação de 0,47% na primeira quadrissemana de setembro, na cidade de São Paulo, informou a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe). O resultado ficou ligeiramente abaixo do índice fechado de agosto (0,48%) e veio dentro das previsões do mercado, que oscilavam entre 0,40% e 0,51% (mediana de 0,47%), segundo pesquisa da Agência Estado.

Os grupos que apresentaram alta entre o fechamento de agosto e a primeira prévia de setembro foram Alimentação (de 0,22% para 0,39%), Transportes (de -0,05% para 0,03%) e Saúde (de 0,14% para 0,22%). Desaceleraram os segmentos Habitação (de 1,23% para 1,13%), Despesas Pessoais (de 0,14% para 0%), Vestuário (de 0,07% para -0,10%) e Educação (de 0,04% para 0,03%). Veja como ficaram os itens que compõem o IPC:

Habitação: 1,13%

Alimentação: 0,39%

Transportes: 0,03%

Despesas Pessoais: 0%

Saúde: 0,22%

Vestuário: -0,10%

Educação: 0,03%

Índice Geral: 0,47%