A inflação se acelerou na China no mês passado, reforçando a expectativa de que o governo continue apertando a política monetária, a despeito dos sinais de redução no ritmo da atividade econômica. O índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) subiu 5,5% em maio na comparação com o mesmo mês do ano passado e 0,1% ante abril, informou o Escritório Nacional de Estatísticas. Foi a taxa anual mais alta desde os 6,3% de julho de 2008, embora tenha ficado exatamente em linha com as expectativas do mercado, conforma a mediana das previsões de uma enquete da Dow Jones com economistas. Em março, o índice havia atingido 5,4%.

O índice de preços ao produtor (PPI, na sigla em inglês), indicador das pressões inflacionárias no atacado, teve alta anual de 6,8%, a mesma registrada em abril e acima da mediana das previsões do economistas, que era de 6,5%. Em relação a abril, o PPI subiu 0,3%.

A produção industrial registrou ligeira desaceleração, com crescimento de 13,3% em relação a maio de 2010, abaixo dos 13,4% de abril. Os economistas previam crescimento de 13,2%. As vendas no varejo cresceram 16,9% sobre maio do ano passado, contra 17,1% em abril. As informações são da Dow Jones.